Google+ Followers

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

São poemas, tão só poemas






São poemas, tão só poemas
Onde espíritos de ouro jazem adormecidos
Ali, onde o amor floresce fresco e puro
Reino, onde as almas se inspiram

Não os temas... são só poemas
Quiçá um dia melodia em trovas
Que levem nas suas memórias
O fogo sacralizado deste amor

Acolhe-os, são apenas poemas
Abençoa com teu olhar
A graça que vai perpetuar
A lembrança dos teus ossos

Algures num epitáfio eterno
em granito secular um poema dirá
Que te tornaste mestre do amor
Pelo muito que foste amado


Maria de Jesus