Google+ Followers

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Nas margens do meu rio -

Nas margens do meu rio


Por entre seixos e grama
Vou percorrendo o tempo
Com o olhar vão de esperança.
Neste entardecer constante
Nas margens do meu rio
Fico aprisionada na sombra
De um alvorecer distante.

Ailime

http://cantomeu-ailime.blogspot.pt/   

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Início

É certo de que um dia acontece... Um olhar, um toque, um sorriso...aquele sentimento profundo de que tudo está como deve estar!... Tão meigo toque que me afasta os cabelos do rosto, tão suave, tão doce,...como se de leves beijos se tratasse. Meu corpo, minha alma são invadidos por uma sensação estranha,...mas muito agradável de plenitude. Assim é o início daquilo que queremos que seja.

Selena Rocha