Google+ Followers

sábado, 26 de novembro de 2016


Composição

De que se compõe um poema
Senão da migração dos sentires
Qual andorinha perdida
Na cruz da rosa-dos-ventos

De onde vem para onde vai
É um mistério dos tempos

Tem o sopro quente
Das lembranças doces
De sorrisos inesperados
De silêncios falados

Que diz ou não diz
Tem gosto ou aroma

Ao sabor do chá confidente
A cheiro de maresia ausente
Tem forma de gente
Alma, timbre, do meu canto


Maria de Jesus