Google+ Followers

terça-feira, 20 de junho de 2017

Sara









Bem-vinda

Luz da nossa esperança
Do Céu o mimo maior
Para à terra louvar
Narradora da diáspora
De uma era em ascensão

Que nunca me doa a voz
Ou o braço que a pena sustém
No debastar dos caminhos
Que sejam suaves a teus pés
Cristal, onde a luz fez morada

Bem-vinda canto de aurora
No infinito deixas saudades
Esteira de bênçãos pétalas de rosa
Que orvalham nossos corações
Em propósitos de amor e redenção

Bem-vinda Sara, neta amada

19 de Junho 2017