Google+ Followers

quinta-feira, 7 de julho de 2016



Cântico 



Uma onda branca
Desmaia em espuma na praia
Cantando a paz dos lírios brancos.
O mar, no seu infinito altar,
Entoa o seu canto inquieto,
Traz, no ventre, pérolas de sal
E asas de mil borboletas brancas.
Canta, mar imenso, a tua fúria!
Canta, mar profundo, a tua calma!
Canta, mar das gentes, canta!
Canta um verso novo a cada alma!

 Anabela Coelho