Google+ Followers

quinta-feira, 23 de abril de 2015

ALMA MENINA E O ROUXINOL

Resultado de imagem para alma de luz



Como canta o rouxinol
Lá longe no beiral,
Também a minha alma canta
Para afastar todo o mal.

Mas o mal não existe,
Diz o rouxinol.
Não precisas estar triste,
Alma menina da cor do sol.

Como não existe o mal?
Se todos os dias sofro.
Minha alma sangra e chora,
Sempre há espera de consolo.


Resultado de imagem para rouxinol
Tua alma é peregrina,
Viajando de vida em vida.
Em busca da Felicidade,
Compaixão, Amor e Bondade.

Meu amigo rouxinol,
Sempre tão inspirador.
Mostra-me o caminho a seguir,
Ao encontro do Amor.

Simplesmente…deixa fluir,
Basta apenas dar.
O que precisas a ti virá,
Tudo o resto é para desapegar.


Compreendo…
Agora compreendo…
Basta apenas AMAR.

Dedico este poema a Débora Filipa Pereira Oliveira