Google+ Followers

terça-feira, 31 de março de 2015

Sente-te…

No calor de uma emoção,
Das que nos transformam o coração,
Sente-te…
No amago de uma dificuldade,
Das que deturpam a nossa Verdade,
Sente-te…
No momento de criar Vida,
De carrega-la nos nossos braços e enchê-la de abraços.
Sente-te…
No momento de despedida,
Em que a Alma passa a ser Viva,
Sente-te…
E agora, que entraste na tua jornada,
Que a tua alma está mais depurada,
A energia original se faz sentir,
Sente-te, conhece-te, recria-te!
Permite-te apreciares-te a ti própria, viver as tuas alegrias,
As tuas energias, o teu próprio Viver e só assim,
Te encontrarás contigo, só assim conseguirás crescer.



Eliana Póvoa