Google+ Followers

quarta-feira, 13 de julho de 2016




ILHA TERCEIRA

Minha Ilha!
Ilha de Jesus Cristo, cor do lilás!
Eterno berço!
Recebeste-me com o olhar colorido e feliz da hortênsia
perfumaste-me com o aroma do teu mar salgado
embalaste-me por entre a pacatez da paisagem
e a bravura da tempestade.
Alegraste-me com os teus sons
o canto das gaivotas que teimam em beijar a terra
ensinaste-me nas matrizes e catedrais a orar, ao divino espírito santo
afastando os sismos que pairavam com voz sentida
a fúria do mar, dos vulcões e ventos vindos da serra.
Aprendi o amor na pequenez
e a sensibilidade na paisagem que não entristece, nem cansa.
Em ti chorei!
Em ti me alegrei!
Memórias que pouso nas touradas, terreiros, arraiais
minha praia de escuro areal.
Minha flor de raiz comovida!
Minha vida!
Orgulha-me a tua historia
as tuas cidades cheias de brilho e valor
Angra do Heroísmo e Praia da Vitória
pela riqueza do seu esplendor
e canto hinos de glória
para eternizar em ti o meu amor.
Terceira, minha terra
Terceira, terra minha.
Oh, que saudade de te reencontrar
pelo o que a tua vida encerra
e por tudo o que tens para dar
és pérola do mar à serra
que me encanta da serra ao mar.

Álvaro Lima