Google+ Followers

sábado, 30 de abril de 2016


LEGADO

Levo ao colo
um cordeiro de leite
e os punhos rebentados
da geada.
Levo às costas
braçadas de pressa
e um anjo ferido na asa.

Preciso de um carreiro
para chegar a casa.


Anabela Coelho