Google+ Followers

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Estende-me a tua mão…





Estende-me a tua mão…

Aproxima-te… sem temor…
Alma desfolhada na eira do vento
Os Anjos recolhem o grão sagrado
Mós de vida, onde o espírito se faz pão

O coração ajusta-se à medida de tudo
Socalcos generosos, quanta fartura…
Dores Inteiras - Bênçãos Plenas
E um altar para as consagrar

Já não ama, porque amar é prender
Mas dá-se por inteiro
É celeiro que abastece o mundo
De Amor, é todo seu ser

Ela sente, canta, e fala sozinha
É raiz que vive, desprendendo-se
A alma aguça os sentidos, é que…
Já espreitam as saudades do lar

Velhice Santa, Santa,
Estende-me a tua mão…



Maria Adelina

24 Julho 2015